segunda-feira, maio 03, 2010

Pão para Sandes na MFP


De todas as máquinas adquiridas nos últimos tempos, a que me dá mais luta, e já tem perto de 2 anos, é sem dúvida a máquina de fazer pão. Volta e meia faço pães bastante razoáveis, mas normalmente acabo por recorrer à segurança das misturas de farinhas preparadas para o efeito e intriga-me como arranjar alternativas a estes pacotes com alguns ingredientes de nome estranho e preços pouco convidativos. Nunca me atrevo a arriscar muito além de variações nas quantidades, pois se há coisa que deteste é desperdício e nada me enerva mais do que meio quilo de farinha a ir para o caixote de lixo (felizmente ainda não aconteceu!). Para ser franca, os melhores pães feitos lá em casa até agora têm sido feitos na Bimby, pois sinto que controlo melhor o processo e como são feitos no forno, ficam mais do meu agrado. No entanto, como máquina que vai lá para casa é para ser usada, a MFP acaba por se tornar mais prática no dia-a-dia, porque programo-a para amassar, e quando me levanto é só moldar as bolinhas ou mesmo inteiro e forno com ele.

Para o consumo habitual lá em casa e porque as miúdas gostam, faço muito a clássica mistura de uma quantidade de farinha das da Nacional (Caseiro ou Rústico) com farinha de trigo ou centeio simples, partindo sempre das quantidades descritas no pacote: 320 ml de água para 500 gramas de farinha, adicionando uma colher de chá de fermento seco para compensar a farinha de trigo ou centeio adicional. Nunca entendi de que forma seleccionamos o peso do pão ou qual o programa mais adequado, já que a minha máquina, uma Clatronic, tem um livro de instruções sem uma tabela dos tempos correspondentes a cada fase dos programas. Ou seja, se por acaso vejo uma receita, num blog ou site, para outra MFP, nunca sei qual o programa correspondente na minha. Básicamente é ir por tentativas, mas suponho que quem tem de ter pão pronto às 7 da manhã nem sempre anda com motivação para grandes experiências!

Este pão que fiz, programado de noite para estar pronto para o pequeno-almoço, ficou perfeito, o que até me deixou surpreendida! Se me perguntarem porquê, não sei explicar, apenas usei o programa "Sandes" em vez do "Normal" e porque calhou, percebi apenas que é mais longo. Resultado: um pão tipo forma, com uma crosta fina mas estaladiça, um interior branquinho e muito fôfo, um pão que faz lembrar os Bimbos ou Panricos mas sem o sabor a plástico, que me pôs um sorriso de orelha a orelha. Ideal, portanto, para a criançada tomar um rico pequeno-almoços e levar para a escola . Este vou passar a fazer, usando por enquanto a farinha da Nacional "Pão Caseiro", mas só até ao dia em que conseguir arranjar uma combinação caseira que substitua esta. Se tiverem sugestões, são muito bem recebidas :)

É muito simples. E não é uma receita... apenas uma partilha de uma combinação que resultou particularmente bem.

- 320 ml. de água
- 400 gr. de farinha Nacional "Pão Caseiro"
- 100 gr. de farinha de trigo tipo 55
- 1 clh. chá de fermento seco


Colocar na cuba da MFP pela seguinte ordem: água, farinhas previamente misturadas e o fermento seco, tendo o cuidado deste não ficar em contacto com a água, se for o caso da MFP ficar programada. Seleccionar o Programa "Sandes" (na Clatronic) ou equivalente.

19 comentários:

Nice & Ana disse...

Que pão lindo, tá maravilhoso Cris, bjkas querida e linda semana p/ vc e família, ;)...

argas disse...

Tem muito bom aspecto :)

Quanto a sugestões, o pão que faço normalmente é o artisan, ou seja, sem utilizar a MFP, mas gosto muito de usá-la para fazer pães diferentes, hoje por exemplo fiz lá um pão de buttermilk que deu uma torrada deliciosa ao jantar. Não gosto é de seguir o programa até ao fim, uso apenas para amassar e asso sempre no forno.

bjinhos

moranguita disse...

e tao fofinho ve-se bem pela imagem
e uam maravilha pao assim quentinho
beijinhos e boa semnana

gasparzinha disse...

Cristina, nos últimos tempos deixei praticamente de usar a MFP para fazer pães, não só pela bimby (concordo contigo), mas pelo artisan bread que me conquistou totalmente.
Contudo, fiz muitos pães na MFP, sempre com receita sem essas misturas de compra, das quais não sou nada fã.
No forumbimby tens lá um separador só com receitas para a MFP, já deste uma olhadela, há lá tanta coisa boa:
http://www.forumbimby.com/forum/index.php?board=72.0

Beijinhos.

Diário de receitas disse...

Olá, a minha MFP é igual à tua e tb.já utulizei esse programa das Sandes e penso que o pão cozido ai fica mais fofo e com uma crosta mais fina eu no meu blog tenho esta ( http://mfp-apadaria.blogspot.com/2009/04/pao-de-sanduiche.html)que é uma maravilha e esta que tb.fica muito boa (http://mfp-apadaria.blogspot.com/2009/06/pao-rapido.html).Experimenta que vais gostar e não é precisa a farinha pré-preparada.Depois diz alguma coisa.
Bjs.

Cristina disse...

Obg pelas sugestões.

Gasparzinha - Tenho de dar um pulo ao forum para ver com mais atenção esse separador. Tempo, tempo, tempo!!!!!

argas - Ainda não consegui coordenar o artisan com as minhas manhãs e noites... mas suspeito que me facilitaria a vida!

Diário de Receitas - É mesmo disso que eu precisava :)

moranguita - Ficou mesmo, ultra fofo :)

Diário de receitas disse...

Olha Cristina eu uso a farinha T65 até é da marca E do Modelo, barata e eficaz.
Bjs.

Luísa Alexandra disse...

O teu pão ficou com uma textura mesmo apetitosa!

Salsa Verde disse...

Esquecendo os problemas com o manuseamento da máquina, o pã ficou com um aspecto fabuloso!
Beijinhos,
Lia.

sofia disse...

ola. o nome do seu blog é mt engraçado e as suas receitas mto boas. mtos parabens pelo seu blog. se gostar conheça tb o meu em
http://ensaiosculinarios.blogspot.com/

Marina disse...

Cristina, eu então estou muito longe de dominar a arte de fazer pão! Nem na MFP, nem o artisan (ainda não me deu para experimentar).
Vou experitar os links que aqui ficaram...
De qualquer maneira, este pão para sandes ficou com muita pinta!
Beijinhos.

Carina disse...

Este pão está fenomenal!!!!
Qual Bimbo qual Panrico...
Adorei!!!!!

Beijocas :)

ameixa seca disse...

A minha deu-me luta os primeiros dias. Usei uma vez essas farinhas preparadas e saiu um tijolo autêntico. Depois de atinar com ela, nunca mais quis misturas prontas nem pão comprado fora. A minha MFP acabou de apitar agora. O tamanho depende da quantidade de farinha, os programas que mais uso são o 1 e o de sandes. Este pão ficou mesmo lindo :)

Smsn - artes e ideias disse...

ficou com textura fofa!! e ficou grande:)

pipoka disse...

Cristina,

Agora que tenho máquina de pão, ninguém me para. Já registei esta tua receita!

bjs

Xana disse...

Esse pão ficou com um óptimo aspecto...
beijoca

Mary disse...

Olá,Cristina!
Essa pão ficou uma textura muito boa e fofo.Eu uso a minha mfp no programa de pão integral é o que mais uso.
A farinha uso da Nacional.Estou como tu ando há imenso tempo para fazer artisan bread,mas ainda não tive tempo para me dedicar a esse assunto,e também o receio de não sair bem:D

Bjinhos e bom fim de semana

Anónimo disse...

Faço pão na MFP há uns 5 anos.
A receita que ultimamente tenho feito é:
2 ovos inteiros
água até perfazer 350 gr
1 colher de café de sal
uns 15 gr de azeite
3 a 4 colheres de café de açúcar
600 gr de farinha 55 sem fermento
1 medida das pequenas (da peça que acompanha a máquina para medir o fermento) de fermento tipo Fermipan.

Colocado isto por esta ordem na cuba, vai esta para a máquina e escolho programa 2, tipo I e cor normal.

Sai um pão muito apetitoso

A partir daqui dá para fazer uma coisa parecida com fogaça.

Basta substituir a água por 300 gramas de leite, colocar mais uns 2 ovos, raspa de limão, canela em pó, +/- 50 gr de manteiga amolecida e uns 100 gramas de açúcar.

As quantidades da manteiga e do açúcar podem ser ajustadas.

Costuma ser mt apreciado

José Regalado

José Moreno disse...

Oi Cristina, sou Giuseppe um italiano que gosta da comida e de pão.

Queria informá-la que a minha mãe faz um pão espectacular sem máquina, ammassando a mão e enfornado em casa.

Ela usa fermento, água e farinha de "grano duro 00" (trigo tipo 00).

A crosta é dura e o interior consistente e sabroso, se vc quiser eu mando a receita.