quinta-feira, setembro 21, 2006

Pudim de carne picada


Esta é herança da familia chinesa. Desde que me lembro de existir que é presença fiel na mesa. É óptimo para os miudos, porque misturado com o arroz torna-se fácil de comer e eles adoram!!! É bem simples de fazer, apenas apresenta uma dificuldade: necessitarão de uma panela de diâmetro bem grande, para que nela se possa introduzir o prato fundo de modo a cozer em banho-maria...

- 400 gr de carne picada de vaca
- 1 colher de sopa de farinha maisena
- 5 colheres de sopa de molho de soja escuro
- 2 colheres de sopa de óleo
- 2 ou 3 tirinhas de gengibre fresco (opcional)
- 3 dentes de alho
- sal e pimenta branca
- 7 ovos
- 1 copo e meio de água
- salsa ou cebolinho picado

Com alguma antecedência, tempera-se a carne picada com a maisena, o molho de soja escuro, o óleo, alho, gengibre, sal e pimenta. Colocar no tal prato fundo, numa travessa redonda ou oval, enfim, qualquer coisa que dê para ir ao banho-maria.



De seguida, bater levemente os ovos e juntá-los à carne. Pacientemente misturar muito bem, usando um garfo para o efeito.



Deitar a água por cima, mas sem misturar ou mexer. Fica assim com aspecto feioso,como se pode ver na foto abaixo, mas não desanimar, o resultado vale a pena. Levar a cozer em banho-maria, cerca de meia hora, até ver que quando se introduz um garfo já não saem sucos da carne no orificio feito.



Retirar do lume e salpicar a superficie com um pouco de óleo, molho de soja e salsa picada. Assim que sai do lume, se estiver bem feito, apresentará uma superficie leve e inchada, estilo soufflé, que vai abaixo evidentemente, mas que é uma medida para saber que a água e ovos estão na proporção correcta. Servir de imediato, com arroz branco e vegetais cozidos.

4 comentários:

Sandra J. disse...

Eu estou em Macau e gosto de espreitar o teu blog.
Acho que vou espreitar esta receita.
Bjs

Cristina disse...

Obg sandra j., volte sempre!

Carla Rodrigues disse...

Que giro este pudim! Vou experimentar, deve ser óptimo.
Cristina, gosto muito do teu blog.

Pingus Vinicus disse...

Uma loucura essa receita. Quer dizer que tem uma costela asiática?

Continue.
Rui